Blog feito com amor!

3 de mai de 2015

E falando em Nordeste...


Nordestinês
Nordestino quando se empolga, fica com a mulesta dos cachorros!
Nordestino não bate, ele ‘senta-le’ a mãozada!
Nordestino não fica Solteiro, ele fica na bagaçeira!
Nordestino não sai pra farra… ele sai pro muído, pra bagaça!
Nordestino não bebe um drink, ele toma uma!
Nordestino não é sortudo,  ele é cagado!
Nordestino não corre, ele dá uma carreira!
Nordestino não malha dos outros, ele manga!
Nordestino não conversa, ele resenha!
Nordestino não toma água com açúcar, ele toma garapa!
Nordestino não percebe, ele dá fé!
Nordestino não sai apressado, ele sai desembestado!
Nordestino não aperta, ele arroxa!
Nordestino não dá volta, ele arrudeia!
Nordestino não espera um minuto, ele espera um pedacinho!
Nordestino não é distraído, ele é avoado, apombaiado!
Nordestino quando está irritado com alguém que fica  diz: Homi largue de frangagem!
Nordestino não fica com vergonha, ele fica encabulado, todo errado!
Nordestino não passa a roupa, ele engoma a roupa!
Nordestino não houve barulho, ele ouve zuada!
Nordestino não acompanha casal de namorados, ele segura vela!
Nordestino não rega as plantas, ele ‘agoa’ as plantas.
Nordestino não quebra algo, ele tora!
Nordestino não é esperto, ele é desenrolado!
Nordestino não é rico, ele é um  cabra estribado!
Nordestino não é homem, ele é macho!
Nordestino não pede almoço, ele pede o cumê
Nordestino não come carne,  ele come ‘mistura
Nordestino não lancha,  merenda!
Nordestino não fica cheio quando come, ele enche o bucho!
Nordestino não dá bronca, dá carão!
Nordestino não tem diarréia, tem caganeira!
Nordestino não tem mau cheiro nas axilas, ele tem suvaqueira!
Nordestino não tem perna fina, ele tem dois cambitos!
Nordestino não é mulherengo, ele é raparigueiro!
Nordestino  não se dá mal, ele  se lasca todinho!
Nordestino não é cheio de frescura, é pantinzeiro!
Nordestino não pula, dá pinote!
Nordestino não fica bravo, fica com a gota serena!
Nordestino não é malandro, é cabra de pêia!
Nordestino não fica apaixonado, ele arrêia os pneus todinho!


No Nordeste tem uma interculturalidade imensa, tanto nas comidas, bebidas, linguagem, vestimentas...
Especificamente iremos falar sobre a linguagem, o Nordeste e o restante do Brasil foi colonizado pelos portugueses, porém vieram mais pessoas de outros países no mesmo período, como por exemplo os espanhóis, dos quais deixaram seus estilos de falar, daí transformou-se em dialetos, sotaque, gírias, etc... Por isso pessoas de outras regiões do país dizem que falamos errado, ”SÓ QUE NÃO!” 

Exemplos:
Arriba, PALAVRA ESPANHOLA: Arriba essa calça menino...
Pregunta, PALAVRA ESPANHOLA. Ele me preguntou...

Se nós tivéssemos sido colonizados pelos povos do LATIM CLÁSSICO, seria outra coisa, mas fomos colonizados pelos povos do LATIM VULGAR... Fazer o quê???

Enfim, deixarei Wellynson Martins explicar melhor: 





Fonte: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário